segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Oficina de Letramento TP 4

A oficina de letramento, TP 4 foi realizada no dia 02-10-2009 e começamos o acolhimento lendo o poema É preciso ler, de Almir de Miranda. Logo depois foi feita a leitura do roteiro da oficina e entregue o diário de bordo, para que os cursistas fossem registrando os momentos mais significativos.
Logo após foi pedido a três cursista que fizessem o relato do “Avançando na prática” e de como eles se sentiram ao aplicar tal atividade. Não foi possível ficar só nos três cursistas e mais outros falaram também de como tinha sido bom aplicar essas atividades, que os alunos participaram bastante. Enfim, percebeu-se que foi realmente uma atividade prazerosa de se aplicar.
Em seguida foi feita uma sensibilização a partir da música de Chico Buarque “Meu caro amigo”, onde falou-se da intergenericidade e discutiu-se sobre situações comunicativas, como o contexto em que a música foi produzida, se havia relação da letra com a proposta de letramento, etc. A partir da música foi feita a divisão de grupos, onde foram entregues alguns formulários, para que fosse feita uma simulação de dificuldade ou não da competência leitora. Os grupos apresentaram de forma bem criativa e foram sugeridas algumas atividades do AAA 4 para que eles pudessem observar e aplicar com seus alunos.
A partir, ainda dos grupos foi feito o estudo do texto de referência e discutido as questões do mesmo, além de um “passeio” pelas atividades do avançando na prática e aproveitado um deles, o da página 97, para trabalhar o poema “Cidadezinha qualquer”. A proposta foi criar uma atividade didática bem interessante para trabalhar com turmas de 5ª a 8ª séries o poema. As de atividades ficaram muito boas e todos elogiaram bastante.
Depois da socialização foi feita a sistematização do assunto, através de slides com falas de Magda Soares, Marchusci, Angela Klaiman, dentre outros, sobre o que significava letramento, alfabetização e escolarização e também Isabel Solé sobre os objetivos de leitura. Logo depois foi recolhido o diário de bordo, com as avaliações dos cursistas que diziam: Durante minha viagem, na oficina de letramento: “Discutimos conceitos fundamentais para entendermos letramento, socializamos experiências e isso e muito positivo para o enriquecimento do curso”; “Consegui compreender que letramento e alfabetização estão íntima e fundamentalmente “ligados”. Esta confirmação é muito importante para alicerçar o meu trabalho como auxiliadora na construção de leitura e escrita dos meus alunos e alunas [...]”; “Desenvolvemos atividades muito interessantes que, com certeza, servirão como sugestões para atividades em sala de aula [...]”; “Não foi diferente das outras oficinas, aprendemos muito, além de enriquecer e ilustrar as nossas aulas com as ideias dos colegas. Para mim este é um momento de reflexão, além de rever minhas práticas pedagógicas estou revendo minhas práticas avaliativas”.
Assim, encerou-se os trabalhos falando da próxima oficina, onde discutiríamos as etapas de elaboração e confecção do portfólio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário